Banner Local 01 728 x 90

Ponto Final

Perry Mann

Por Jorge Matos em 18/11/2023 às 10:09:42
Foto: "El Pais" / Reprodução Internet

Foto: "El Pais" / Reprodução Internet

Não perca tempo procurando justiça no Brasil ou

no mundo. O que muitos chamam de justiça são,

na verdade, leis montadas, muitas vezes por corruptos

ricos, para defender estes próprios corruptos ricos.

Perry Mann


Afastei-me, por um tempo, destas "mal traçadas linhas" por ter sofrido um AVC e fui obrigado a fazer cirurgia para desentupir a carótida esquerda de nódulo de gordura que uma partícula ao se desprender me causou um AVC. Mas, isto é outra história que contarei de modo romanceado, porém o farei bem mais tarde.

Hoje, vejo-me horrorizado ao ver o que est√° ocorrendo na Palestina. O que os judeus sionistas estão fazendo contra os próprios judeus, contra os palestinos e contra todos os seres humanos que possuem um mínimo de sensibilidade. Choca até o mais frio ser humano. Invadir hospitais, metralhar ambul√Ęncias, bombardear templos, matar civis indiscriminadamente, soterrar crianças sob escombros não deveria ser uma faceta humana.

Nunca vou dizer que a atitude do Hamas ao lançar mísseis sobre Israel não tenha sido um ato terrorista. Contudo, aproveitar-se disto para fazer o TERRORISMO que Israel e EUA estão fazendo não é a resposta adequada para a agressão sofrida. Se existe algo indecente hoje são as atitudes de Israel lideradas por um sanguin√°rio genocida: Benjamin Netanyahu.

Se atacar as atitudes do governo de Israel é ser "anti-semita" serei "anti-semita". Usar a historia tr√°gica do nazismo alemão para servir de escudo para as atuais atitudes, nefastas atitudes, do governo de Israel neste episódio, é fazer chantagem barata para continuar a matar idosos, mulheres e criança palestinas, inocentes, pelas ações do Hamas.

O mundo esclarecido sabe que a tentativa de extermínio do povo palestino e, consequentemente, da Palestina é fruto da gan√Ęncia de "elite" sionista que, aposto, sequer sofreu, na história, o terror sofrido pelos judeus na Alemanha, nas mãos dos nazistas, liderados por Adolf Hitler.

Estes sionistas que agora massacram os palestinos são descendentes dos plutocratas que fugiram da Alemanha para Inglaterra, (Reino Unido), e posteriormente alguns imigraram para os EUA e dominaram os meios de comunicação, a indústria armamentista e muitos dos bancos. São estes os especuladores financeiros mundiais que desmontam e remontam países com suas eternas guerras, com o incentivo, por todo o mundo, à corrupção política, judicial e militar.

Para não me alongar não entrarei da história da criação de Israel onde negociações, espúrias, ocorreram após a dominação do "Império Turco-Otomano" por Ingleses e Franceses.

Para mim basta apontar a conhecida "elite" do capital judeu que fora acusada por Hitler de levar a Alemanha para a bancarrota, dando início ao nazismo. Sim. São eles que mant√™m o mundo em guerra apenas para lucrar mais.

É essa "elite", ou melhor, os endinheirados, que estão de olho nas riquezas do povo palestino. G√°s natural, petróleo além da posição estratégica da Palestina no "oriente-médio" para Israel, Estados Unidos e Inglaterra confiscarem mais lucros e mais poder.

A Bomba.

A segunda grande-guerra mostrou ao mundo que os Estados Unidos da América suplantava toda e qualquer dec√™ncia humana ao lançar sobre o Japão, no governo de Harry Truman, duas bombas atômicas. O mesmo Harry Truman que facilitou a fundação do Estado de Israel na Palestina sob a batuta dos sionistas. (https://www.morasha.com.br/historia-de-israel/o-amigo-de-harry-truman.html).

Com tal poder de destruição dos USA, com domínio total dos meios de comunicação no ocidente, a principio no cinema e posteriormente nas televisões, r√°dios e jornais, o mundo viveu sob a batuta da guerra-fria onde fora propagado o medo/ódio da União Soviética, depois Russia e China (Comunistas).

Com a hegemonia do dólar, e com parte da Europa subalterna ao poder norte-americano, os EUA v√™m fomentando guerras e mais guerras para vender armas e roubar petróleo não só no Oriente Médio, mas em todo mundo ocidental.

Esta digressão foi para mostrar o que motiva Israel ao 'dar uma banana' para a opinião do planeta e se sentir indestrutível para matar seres humanos indefesos.

Com a ONU sendo apenas uma entidade de fachada no atual jogo geopolítico mundial, o povo assiste, impotente, um genocídio indecente, onde outros países poderosos se não se calam, não tentam intervir para por fim a este ato brutal produzido pelos EUA e Israel.

Que venha o BRICS!





Fonte: Perry Mann

Comunicar erro
Banner Local 02 728 x 90

Coment√°rios

Banner Local 03 728 x 90